Arquivo de etiquetas: Celtics Portugal

E que tal Kevin Durant em Boston…

Kevin Durant será Free Agent no próximo verão e até lá muita gente irá sonhar com a super estrela dos Thunder.

Há que acreditar que também temos uma hipótese que ele possa acabar de verde. Continue a ler E que tal Kevin Durant em Boston…

Anúncios

Amir Johnson, o primeiro na historia dos Celtics

Amir Johnson, uma das aquisições nesta off-season escolheu o numero 90 para usar na sua camisola na próxima temporada.

O jogador que representou na ultima temporada os Toronto Raptors vai tornar-se assim no primeiro jogador na historia do franchise dos Boston Celtics a usar o numero 90.

Os Celtics são uma das equipas com mais números retirados, o que torna sempre difícil e limitada a escolha de números para os novos jogadores.

Amir Johnson ao abordar o assunto da escolha do numero 90, afirmou que a sua primeira escolha seria o numero 5, mas que a forte ligação do 5 a Kevin Garnett na passagem por Boston, onde conquistou um campeonato, poderia causar alguma controvérsia. Com os números de 1 a 34 praticamente todos ocupados ou retirados a escolha acabou por ser o numero 90, por afinidade aos tempos em que jogou nos Burbank Celtics a primeira equipa de basquetebol em que jogou em meados dos anos 90, e tratando-se também de uma equipa denominada “Celtics” acabou por relacionar as duas e escolher o numero 90.

É assim o primeiro jogador nos Celtics com o numero 90, mas na historia da NBA Amir Johnson será apenas o segundo jogador a escolher o numero. Junta-se a Drew Gooden, que actuou em seis equipas durante os seus 13 anos de carreira NBA com o numero 90.

Sobre a chegada de Amir Johnson a Boston, o jogador de 28 anos afirmou que as primeiras impressões da equipa foram boas e que o futuro é risonho com esta equipa jovem, com fome de vitoria onde se sente-se feliz por fazer parte dela.

Antes de fechar deixo aqui uma imagem com os números já retirados na equipa de Boston!

Marcus Smart regressa a tempo do Training Camp

Brad Stevens disse hoje em entrevista, que espera que o lesionado Marcus Smart se junte à equipa antes do início do Training Camp. É esperado que Smart regresso no meio do próximo mês de Agosto ou inicio do Setembro.

Recorde-se que Marcus Smart deslocou dois dedos durante a Summer League em Las Vegas, o que o impede de participar no primeiro jogo de exibição da NBA em África, em Agosto.

Os Raios-X efectuados por Smart não trouxeram boas noticias. Um osso da mão teria perfurado a pele, prolongando assim a sua recuperação.marcus-smart-brad-stevens-nba-boston-celtics-phoenix-suns-850x560

Esperamos que o camisola 36 recupere da melhor forma e que continue a evoluir como é projectado e que continue a mostrar o que já provou na temporada passada, um defensor obstinado, capaz de defender várias posições.

Nesta temporada é espectável que Marcus Smart assuma a posição de principal Point Guard dos Celtics, com Isaiah Thomas no seu apoio como Six-Man.

Celtics – Jogos Summer’s League 2015

Quando pensamos no verão, lembramos-nos da ausência da NBA.
Apesar de não ser a mesma coisa podemos sempre contentar-nos com os jogos da Summer League e aproveitar para ver as primeiras aparições dos novos rookies recém chegados do draft.
Os Celtics vão estar presentes em duas competições de verão na próxima offseason.
A primeira uma competição organizada pelos Utah Jazz que para alem da equipa organizadora conta também com os Boston Celtics, Philadelphia 76ers e San Antonio Spurs e joga-se de 6 a 9 de julho.
A segunda trata-se da já habitual NBA Summer League, onde os Celtics tem sido presença regular e nesta offseason voltam a marcar a sua visita para a competição em Las Vegas que conta com 24 equipas ao longo de 11 dias no mês de Julho.

Deixo agora as datas dos jogos em cada uma das competições:

UTAH JAZZ SUMMER LEAGUE 2015

6 Julho – Boston vs. Utah
7 Julho – Boston vs. Philadelphia
9 Julho – Boston vs. San Antonio

NBA SUMMER LEAGUE 2015
11 Julho – Boston vs. Portland
12 Julho – Philadelphia vs. Boston
14 Julho – Miami vs. Boston

Prioridade Crowder

Na altura da troca do Rondo para Dallas, estava longe de pensar que os Celtics iriam ser quem iria beneficiar com a troca.
Acreditava que o Rondo era a peça essencial que faltava para colocar os Mavs num patamar de candidato declarado. O encaixe na teoria seria algo que poderia dar à equipa do Dirk um motor que a equipa ainda não tinha e que era a lacuna principal, a posição de base.
Hoje, todos sabemos os retorno que o Rondo deu à equipa, e que a sua passagem foi curta e nula e estará mesmo de partida para outras paragens.
Toda esta conversa sobre o Rondo serve de enquadramento para que tal como eu disse no incio, nunca pensei ver os Celtics como a equipa mais beneficiada com esta troca.
Justifico isto com 3 argumentos. Primeiro, após a saída do RR9 a equipa conseguiu uma campanha extraordinária que levou a nossa equipa a um lugar nos playoffs que ninguém previa ainda para mais com a perca do melhor jogador da equipa. O segundo argumento é essa mesma presença no playoff que mostrou que de facto Brad Stevens e a jovem equipa dos Celtics tem alí um bom potencial e o caminho pouco a pouco está a ir de encontro a nossa renovação e em breve estaremos novamente no topo na corrida pelos títulos. O Terceiro, que é o tema principal do post, foi a chegada do Jae Crowder.
Crowder, veio fez uma fazer uma boa progressão na equipa conseguindo mesmo tornar-se numa das principais figuras no Pós-Rondo. JC99 mostrou bons argumentos defensivos e a sua atitude guerreira em campo não passou ao lados dos adeptos de Boston que o vê como um jogador à Celtics. Um jogador que se converteu rapidamente à Celtic Pride e prova disso foi os vários comentários no Twitter e inclusive pediu desculpas directamente aos fãs em situação de derrotas e prometeu dar tudo no jogo seguinte para “Vingar” o orgulho Celtic.
Voltando ao campo, Crowder participou em 57 jogos pelo Celtics, registando uma média de 9.5 pontos, 4.6 ressaltos.
Acho que a sua renovação é uma das prioridades para este verão, é um jogador que tem a identidade da equipa e que mostrou uma boa evolução e ainda nos vai ser bastante útil e que ainda terá uma margem considerável para evoluir durante a próxima temporada. Crowder é um jogador que dá energia e confiança à equipa, basta ver a sua atitude em campo.
Na minha opinião é claramente uma prioridade, Danny Ainge já deu a entender que os Celtics poderão avançar com a qualifying offer, dando-lhes o direito de igualar qualquer oferta feita pelo jogador, mas acho que o caminho não será esse. Crowder tem potencial para conseguir contributos regulares para os Celtics e pelo esforço demonstrado merece um multi-year contract e não ficaria chocado em ver uma oferta de 4-5 milhões por ano, especialmente com o teto salarial em vias de crescer o que não irá afectar a nossa margem para atacar Free Agents.
Vamos esperar pelo desfecho final.