Uma nova porta que se abre

Quando tudo parecia perdido na saida de Rajon Rondo e era previsível que os Celtics iriam entrar em modo tanking até ao final da fase regular de modo a conseguir um bom posicionamento para o draft, eis que Danny Ainge saca uma cartada que parece ter mudado o rumo da equipa.

Essa mudança de rota pode ter sido o negocio que se proporcionou para os Celtics com a desiçao dos Phoenix Suns em se desfazer de grande parte dos seus PG colocando Isaiah Thomas com o manto verde.

A entrada de Isaiah Thomas parece ter renovado a motivação de toda a equipa tornando-se numa peça fundamental saltando do banco e garantindo uma consistência brutal e elevando outro dos recem-chegados, Jonas Jerebko.

Chegado no negocio de troca de Rondo, Jae Crowder tem vindo a garantir a sua vaga na equipa mostrando um tiro de longa distancia que deixa bastantes garantias.

Analisado a prestação deste novo Big 3 em Boston, uma nova porta se abre para a nossa equipa. Uma porta chamada Playoffs. Apesar da perda de Sully por lesão, podemos ainda ambicionar uma presença nos playoffs que se aproximam.

Estes 3 nomes que chegaram, juntando a qualidade defensiva comprovada de Avery Bradley e do rookie Marcus Smart e a irreverencia de James Young que a pouco e pouco vem mostrando a oportunidade que já justificava pelos desempenhos na D-League, os Celtics parecem ter equipa suficiente para entrar na luta e quem sabe poder garantir um lugar nos playoffs.

É certo que as nossas armas, em comparação com os top5 da conferencia, são consideravelmente mais discretas, mas estando lá nada nos pode dizer que não poderemos encarrilhar e tentar fazer algumas surpresas.

Vamos aguardar as próximas batalhas e esperar que possamos ver a nossa equipa na corrida pelos tão ambicionados playoffs.

Anúncios

Boston Celtics Blog Portugal